O melhor da Índia

Atualizado: 25 de Ago de 2020

Estivemos na Índia por aproximadamente 40 dias. Saímos do Brasil no começo de dezembro e voltamos pra casa na metade de janeiro. Passamos o natal na região cristã do país e réveillon no estado onde o comercio de bebidas alcoólicas é proibido.

Voltamos cansadíssimos da viagem, mas com uma vontade de permanecer só um pouco mais para acompanhar o festival das pipas.


Não deu pra ficar e ver as pipas dos 'rooftops' (telhados), mas a sensação de ter aproveitado o melhor que o país e a cultura local podem oferecer era reconfortante. Cada instante no país foi incrível.


A Índia é tudo aquilo que falam e um pouco mais. Cores, cheiros e sabores. Intenso.


Selecionamos neste post alguns lugares que mais gostamos de conhecer no país e que recomendaríamos fortemente pra quem estivesse planejando viajar até o país.


Confira!


1. Mercado de flores


Visitamos alguns mercados e o primeiro que conhecemos foi em Vadodara. Vadodara ou Baroda fica no estado de Gujarate, região que nasceu Gandhi. Os mercados vendem flores, frutas, vasos e muitos outros adereços. É uma explosão de cores e cheiros de flores.


É possível encontrar muitos animais vivendo livremente nas feiras. Além das vacas sagradas, você poderá ver muitos macacos.




2. Old Délhi


Delhi é uma cidade divida em duas: Old Delhi, parte antiga, suja e caótica e New Delhi, com avenidas largas e arborizadas, com ótimos restaurantes e lojas.

Chegamos durante a noite e nosso hotel ficava na parte antiga. A região era assustadora. Caótica, suja e com muitos ratos.


Vocês já assistiram “Comer, Rezar e Amar”? A cena inicial da protagonista chegando no país é perfeita. Representa exatamente como nos sentimos ao chegar em Delhi.


Dica: Evitem chegar durante a noite nos lugares. Eles parecem mais assustadores do que de fato são.





Esta rua lembra filmes futuristas, como o filme Blade Runner. No final, quando passou o susto inicial, achei maravilhosa!

Se tiver coragem, caminhe durante a noite pela região.

Mulheres, não façam isso sozinhas. Sério. Na parte de Mumbai explico melhor...


3. Museu Gandhi em Nova Delhi


Na índia existem alguns museus dedicados a memória de Gandhi. Conheci dois deles, um em Mumbai e outro em Nova Delhi. Os dois são bem emocionantes, mas achei o de Nova Delhi mais impactante.

Lá esta o quarto em que Gandhi viveu seus últimos dias de vida. Você encontra também o local em que foi assassinado.

Fizeram um lindo memorial reconstituindo os seus últimos passos e quem conhece a história deste grande líder ficará emocionado.


4. Rishikesh


Fica no estado Uttarakhand aos pés da cordilheira do Himalaia. Foi nesta cidade que os Beatles encontraram um ashram e permaneceram lá por um período que transformou o som da banda.


Aqui nasce o Rio Ganges e fizemos um rafting nele. Foi uma das coisas mais incríveis que fiz na vida.

Vou fazer em breve um texto dedicado apenas a este rafting. é mágico!


O rio é formado pelo degelo da cordilheira e tem uma cor azul deslumbrante, além de ser muuuuiito gelado. Sim, nadamos no Ganges. O guia nos contou que as pessoas costumam se banhar no rio para garantir uma vida espiritual plena. Não tinha como não nos jogarmos.

O rio é limpo nesta região, pois os rituais de cremação dos corpos ocorrem mais ao sul do país, em Varanasi.

Em Rishikesh também acontece um ritual ao nascer o sol e outro no final do dia. É um ritual Harekrishna na beira do Ganges. Maravilhoso.


5. Tajmahal

O Tajmahal é um dos pontos turísticos mais importantes da Índia.

Todo mundo já ouviu falar sobre a sua grandiosidade e beleza, mas quando você pode finalmente olhar para este mausoléu com teus próprios olhos, você vai pensar: C*alho, é lindo mesmo! As pessoas costumam ficar entre uma ou duas horas, mas ficamos a tarde toda. É fascinante.



6. Praias de Goa


Conhecemos a praia de Cavelossim, em Goa. A região foi uma colônia portuguesa, então você verá muitas símbolos cristãos e igrejas católicas.


É um mix interessante entre o hindu e o cristianismo. Lembra a Bahia, mas usando um saree.


As praias são bem tranquilas e são perfeitas para crianças. Não são exuberantes como as do Brasil, mas é uma experiência valiosa.


Existe uma névoa no mar que lembra um sonho.




7. A lavanderia em Mumbai


A lavanderia Dobi Ghat é imensa. Parece uma cidade. Muitos indianos trabalham e moram nela. Assim que você sai do metro de Mumbai, já é possível ver a lavanderia do alto de uma passarela.

São oferecidos pequenos tours para conhecer a lavanderia.

Na entrada da lavanderia você poderá negociar com um dos responsáveis pelo local para fazer um passeio rápido.


Não lembro o valor, mas na Índia sempre cobram três vezes mais por qualquer coisa, portanto negocie. Tem guia/morador que fala inglês e te apresenta uma pequena parte do local.



Se você é fotografo ou tem paixão por fotografias, irá delirar aqui. A luz e as cores são exuberantes.


8. O museu de Mumbai


O Chhatrapati Shivaji Maharaj Vastu Sangrahalaya (consegue falar esse nome?) é um belíssimo museu em Mumbai. Imenso e com diversas exposições. Lembro que vi uma exibição que apresentava a história dos tecidos e sobre a confecção de sarees.



Este é o site deles http://www.csmvs.in/


É o Louvre da Índia, guardando as devidas proporções porque o Louvre é gigantesco. Mas nesse museu de nome esquisito dá para entender um pouco mais da cultura indiana.








9. Caminhar por Mumbai


Acho que deve ser a única cidade da Índia que dá pra fazer isso sem se preocupar muito em ser atropelado, rs.

Gosto de caminhar para conhecer os lugares e Mumbai é perfeita para isso.

O tuk tuk é bem barato e se a distância for muito longa, vale a pena usar o serviço, mas fique atento: Use apenas os serviços com o taxímetro ligado. Descobrimos isso enquanto negociávamos o valor de uma corrida com um motorista, até que uma garota indiana nos alertou que os taxímetros em Mumbai funcionavam e que não precisávamos negociar os valores com os motoristas.

Ponto para os motoristas que estavam nos enganando até aquele momento.

A cidade é uma delicia e foi a cidade que notamos maior liberdade entre as mulheres. Muitas delas puxavam assuntos com a gente e nos davam dicas sobre lugares.

Uma delas até nos contou que era uma das cidades mais seguras para as mulheres. E de fato foi a cidade que mais conversamos com mulheres e que elas tomavam a iniciativa em conversar com a gente. Durante a noite era possível encontrar muitas caminhando pelas ruas, lojas e restaurantes.


10. A paisagem de Udaipur


Esta é uma cidade que cresceu ao redor de um lago. E no meio deste lago foi construído uma pequena ilha para abrigar um palácio. Hoje, no local funciona um hotel estreladíssimo.


Aconselho contratar um dos passeios de barco no final da tarde e apreciar a vista do por do sol.



Outra atração na cidade são os rooftops que também são restaurantes e oferecem uma linda vista.



11 . O forte de Jaiselmer


Este forte parece uma viagem no tempo. Existe uma cidade inteira habitando o forte e é possível se hospedar em pousadas dentro dele. No começo ficamos com receio de ir até a região, pois é próxima a fronteira do Paquistão e estavam acontecendo alguns conflitos na região. O nosso guia nos convenceu de que era seguro e então decidimos conhecer.



Recomendamos muito!



12. Fazenda de elefantes em Jaipur


Tenho ressalvas sobre estes tipos de passeios que envolvem animais.

Era a reta final da nossa viagem e estávamos cansadíssimos. Decidimos conhecer esta fazenda, pois era um passeio que não haveria tanta gente e pq afinal, é uma fazenda de elefantes!


O dono do local é um indiano com pai argentino, fala espanhol e inglês. Ele nos garantiu que os animais eram bem tratados, mas fiquei com duvidas pra ser bem sincera...

Depois descobrimos que estes são os elefantes que transportam as pessoas para o famoso forte de Jaipur.


Alguns animais ficam soltos e é possível vc ir até a fazenda apenas pra ver os animais e não pagar absolutamente nada. Eles também oferecem um serviço que vc pode alimentar os elefantes e fazer um passeio com eles.


13. Templo dos macacos em Jaipur



Outro passeio que escolhemos pq estávamos muito cansados e queríamos algo mais tranquilo. No final, acabou sendo uma das descobertas mais deliciosas desta viagem.


São vários templos construídos nas paredes de uma montanha.


Você começa por um dedicado a Hanumã, o Deus com rosto de macaco, e depois segue caminhando por outros até chegar no Surya, Templo Sol. Surya fica no ponto mais alto da montanha e tem uma maravilhosa vista da cidade e do por do sol. Divino



+ plus:

Ali pertinho fica uma cisterna que parece concebida por MC Escher




Estes são alguns lugares que gostamos muito de conhecer e se voltássemos a Índia, iríamos visitar novamente.


Vocês conhecem algum destes locais? conta pra gente a sua experiência também. :)


#Namaste


#India #BestOfIndia #TerraemTransito

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

@terraemtransito

  • Instagram